Mentes Simples, Prazeres Simples

A felicidade é muito mais abundante do que se pensa…

“Você está muito bonita com seu novo visual!”. Os elogios são como um pequeno depósito que fazemos no sistema imunológico emocional do outro. Nos custa pouco, contudo, vale muito para quem recebe. “Caminhar no parque me deixa muito feliz”. Por outro lado, gestos simples podem te dar prazer. O que também é moeda sendo depositada em seu próprio sistema imunológico emocional. A felicidade é muito mais abundante do que se pensa. Mas não se presta suficiente atenção para perceber isso. Normalmente se está tão ocupado em ser feliz que acaba não sendo. É como o pescador que espera pegar um determinado peixe, um em especial, por vezes ele nem se quer tem muita certeza de qual é, mas ele acha que saberá quando pegar. Então, todos os outros peixes que pega, ele joga de volta no rio, dizendo: “não, este não serve”. E no final do dia ele volta para casa com o cesto vazio.

Contrapondo-se à mente simples, temos a mente complexa, para não dizer complicada. Esta mente quer sofisticação, glamour, riqueza, ostentação, deseja conquistas colossais, realizações homéricas, acontecimentos titânicos. Mal sabe ela que Leonardo da Vinci dizia que “a simplicidade é o máximo da sofisticação”. Enfim, há mentes que não enxergam desta forma, a simplicidade é desprovida de valor, a simplicidade não merece atenção, não é suficientemente capaz para dar prazer. O que é grandioso circula nos salões da raridade. E o que é raro, por certo não nos visita com frequência. Aparece vez ou outra, como um filho que mora distante dos pais e por isso visita-os raramente. Quando o filho chega os pais entram em êxtase, acabam por ter grandes doses de euforia. Mas ela dura pouco, tão logo o filho vai embora, o vazio volta. E seu preenchimento levará uma eternidade.

Veja Também: Os Estágios de um Hábito

Lembrar de um momento feliz não é o mesmo que viver um momento feliz. Nada se iguala à conexão no exato momento do abraço, de quando vê as flores que recebeu, da noticia da promoção, do aninhar do pet em seu no colo, do sorriso inesperado de seu filho. É uma espécie de sensação que apenas o presente pode dar. Essa conexão pode ser treinada, basta estar atento, basta ampliar seu campo de visão, romper com preconceitos. Permitir-se correr pequenos riscos, sem medo do ridículo, de se decepcionar, de não ser compreendido. E tudo bem. É um risco que vale a pena, pois ele abre portas, cria possibilidades. De rir, fazer rir, divertir-se. Felicidade é esse momento particular que requer ação e envolvimento, conexão e desfrute. E como o riso é contagioso, nada melhor que rir ou fazer rir, para contagiar ou ser contagiado.

Parta mentes simples, prazeres simples são suficientes. Como essa pequena frase mostra uma verdade grandiosa, diz mais que um tratado inteiro sobre felicidade. É uma chuva de purpurina na cabeça dos infelizes de plantão, dos cegos por escolha, dos insensíveis por descuido. Dos surdos por falta de atenção. Ah! Como é fácil agradar uma mente simples, como é fácil fazê-la sorrir, como é fácil vê-la bendizer a abundância de possibilidades ao seu redor. Como é fácil para ela fazer listas e mais listas de situações que a deixam feliz. É tão simples que cheira à ingenuidade, é tão verdadeira que cheira à falso. É uma mente pueril e como tal, se vê estampada na cabeça da criança. Ela sim, sabe o que é ter uma mente simples.

Veja o Vídeo: Reflexão sobre Regressão de Idade e os Traumas...

Agende sua Consulta com o Dr. Odair Comin

Faça o teste para saber se você tem Anorexia.

Teste Anorexia

Teste Anorexia

Outros Textos

A Hipnose Realmente Funciona?

Agende sua Consulta com o Dr. Odair Comin