Hábitos Profundos

Nosso cérebro não distingue um hábito bom de um mau, os hábitos são amorais…

Em verdade os hábitos nunca são deletados por completos de nossa mente, por um lado isso é bom, pois há tantas coisas que aprendemos e que desejamos que tal aprendizagem permaneça, como por exemplo andar de bicicleta, manejar uma máquina, escrever ou dirigir um carro. Contudo, quando o hábito é algo que nos faz mal, como beber em excesso, fumar ou comer em demasia, essa capacidade que temos acaba por nos fazer mal, pois nosso cérebro não distingue um hábito bom de um mau, os hábitos são amorais e cada um precisa identificar e estabelecer uma ética para seus próprios hábitos.

E principalmente para os maus hábitos precisamos ficar sempre alertas, pois mesmo que fique um longo período sem fazer, se por algum motivo você recomeçar, o velho hábito volta com força total, pois todas as informações continuam armazenadas na memória, e uma recaída é como jogar uma pedra em um lago, toda a superfície se movimenta e as ondas se propagam com um efeito dominó. Isso acontece principalmente com vícios de drogas, compulsões, vícios em internet entre outros, por isso esse conceito de que um habito é como uma tatuagem ou uma cicatriz que nos marca e fica sempre ali para nos lembrar da nossa história, para nos lembrar de nossos comportamentos. Sendo fácil ter recaídas é preciso manter certa distância de substâncias ou ambientes que irão desencadear novamente o mau hábito.

Veja o Vídeo: Dúvidas sobre Hipnoterapia: A Hipnose Cura?

Agende sua Consulta com o Dr. Odair Comin

Faça o teste para saber se você tem Hiperatividade.

Teste Hiperatividade

Teste Hiperatividade

Outros Textos

Hipnose: Um diamante em lapidação

Agende sua Consulta com o Dr. Odair Comin