Reality Shows | Entrevista com Dr. Odair Comin

Entrevista sobre os Reality Shows com o *Dr. Odair Comin concedida ao Portal Vila Mulher para a jornalista Mayara Mendes.

1 – Participantes de reality ao expor sua vida pessoal e de sua família na busca de fama, dinheiro ele deve estar preparado psicologicamente para enfrentar as críticas da mídia ?

OJC: Na medida em que compartilhamos algo, estamos sujeitos à críticas. E isso faz parte da exposição em todas as instâncias. Neste caso, quando a exposição é maior, a possibilidade de crítica também é maior, pois abarca uma diversidade de opiniões sem controle algum. Então sim, as pessoas que se sujeitam a tal exposição devem estar preparadas, mesmo porque é provável que no passado ela também tenha feito o mesmo, criticado outros participantes.

Veja Também: A Hipnose Clínica e a Evolução Exponencial da Mente

2- Quais os problemas psicológicos podem ser notados em participantes de reality?

OJC: Não sei se daria para elencar dificuldades específicas de tais participantes, pois são normalmente pessoas comuns e que de repente se veem nesse turbilhão. Por vezes os problemas já existem e podem ser potencializados com a exposição, mas são questões pessoais, diferente em cada participante. Ao mesmo tempo, estão sob pressão, são levadas a tomar decisões, lutam pelo espaço, tomam atitudes que não tomariam fora de lá.
Podemos identificar lealdade dúbia e ardilosidade nos participantes, sem medir muito as consequências e isso por vezes tem a ver com o instinto de sobrevivência.

3 – Qual é o tipo de participante que são procurados pelo programa ?

OJC: Acredito que sejam critérios determinados pela produção, segundo expectativas dentro dos objetivos do programa e que direções se espera que o programa tome. Claro que mesmo que se tome cuidados, o ser humano na medida em que se relaciona, tem emoções que afloram e forma inesperada. É provável que os critérios, além da beleza física que é normalmente uma característica, mas também critérios emocionais. Como lida sob pressão, a função que exerce no dia-a-dia, como reage a certos estímulos, pois é provável que se façam testes psicológicos. Ao mesmo tempo, comportamentos polêmicos, pois todo programa visa audiência, e a polêmica é uma forma.

Veja o Vídeo: Concepções sobre a jornada da Hipnose Clínica...

Agende sua Consulta com o Dr. Odair Comin

Faça o teste para saber se você tem Ansiedade.

Teste Ansiedade

Teste Ansiedade

 

4- A pressão do programa com câmaras, visibilidade imensa pode influenciar desvio de caráter, ética?

OJC: Estando em um ambiente novo, pessoas novas, expectativas de todos os lados, pressão, sobrevivência. Tudo isso influencia o comportamento, que por vezes pode desvirtuar de conceitos morais e éticos. Pois os instintos, ocupam espaços cada vez maiores, e a razão, a prudência, nem sempre fazem parte das escolhas e decisões.

5 – Há alguma recomendação de alto controle, conduta emocional, sentimental para quem pretende participar de um reality?

OJC: A pessoa precisa ter a consciência de que é um jogo, teoricamente, nada daquilo é real. As coisas que são ditas, as coisas que são feitas, acontecem porque é naquele lugar, naquele momento. Por vezes o participante precisa se desnudar de suas crenças e valores, em prol do show, e precisa estar disposto a isso. Precisa entrar na fantasia como se estivesse a jogar um game, uma realidade virtual. É a forma de sair menos machucado. Não levar tudo isso muito a sério, pois sendo um jogo deve ser tratado como tal.

6- O que você pensa sobre esses reality que tem um forte número de audiência, grande público ? Você assisti?

OJC: Desde os primórdios, o humano tem esse desejo de espiar. E a tragédia é o que mais fascina. Ver as pessoas conspirando, se dando bem, se dando mal. Sendo espertas, sendo ingênuas. E isso é uma forma de desligar, de distanciar-se de si mesmo e se aproximar do alheio. Isso pode ser útil em alguns aspectos, como pode ser nocivo em outros. É preciso ter a justa medida, sem extremos.
Confesso que respondo essas perguntas, estritamente com conceitos psicológicos. Pois realmente não assisto diretamente. Ao mesmo tempo, o assunto transpira, transborda em diferentes situações, e tomo conhecimento indiretamente.

Veja Também: A Hipnoterapia te ajuda a romper com pensamentos e sentimentos negativos ligados à Depressão e reassumir o comando da sua mente e da sua vida…

7- Atitude de participantes influência na vida dos telespectadores?

OJC: Somos influenciados o tempo todo. E de forma geral, a celebridade tem bastante poder sobre as pessoas. Que podem querer copiar, que se emocionam, que torcem, que criticam. Na medida em que você entra em contato, você já está dando a permissão para ser contagiado. E por mais imparcial que possa se manter, sempre terá certa influência. E isso ira extrapolar as telas, e será levado para a vida pessoal, de forma consciente ou não.

8 – Porque o telespectador cria o sentimento, afeição pelo programa, casa e participante?

OJC: Ligar a TV em um canal é o mesmo que abrir a porta da sua casa para alguém entrar. Na medida em que você convive com esse alguém, é natural que desenvolva sentimentos. Que são intensificados na medida em que você permite, que interage, que ri junto, chora junto. Fala disso com amigos, curte, espalha a “relação”. A afeição torna-se natural e inevitável.

*Dr. Odair J. Comin
Psicólogo Clínico, Especialista em
Hipnoterapia e Escritor

Agende sua Consulta com o Dr. Odair Comin

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.