Confissões de Homem | Entrevista com Dr. Odair Comin

Entrevista sobre confissões de Homem com o *Dr. Odair J. Comin concedida ao Portal Area H para a jornalista Bruno Acioli.

1 – Quais são os problemas mais comuns apresentados pelos homens dentro de um consultório?

OJC: A procura abarca as diversas questões psicológicas, é bastante abrangente. Contudo, podemos destacar a ansiedade, stress, timidez, mesmo depressão e síndrome do pânico. Além das questões sexuais como ejaculação precoce e disfunção erétil.

2- É dito que existe uma dedicação especial para tratar os homens, diferente do usado para mulheres? Por quê?

OJC: Na verdade não percebo uma grande diferença em minha prática clínica. Ao mesmo tempo, sim, é sabido que por vezes o homem tem certa dificuldade de expor seu mundo interno. Existem muitos tabus ligados à “fortaleza masculina”, mas que aos pouco vem diminuindo. O homem tem estado mais tranquilo para se expressar e buscar ajuda quando necessita. Vem percebendo que expor suas fraquezas não afeta sua masculinidade, antes sim tem a possibilidade de fortalecer seus pontos fracos. Se proporcionando escolhas saudáveis e um viver mais pleno.

Veja Também: A Hipnose Clínica trabalha a mente para emagrecer o seu corpo | Emagreça com Hipnoterapia…

3- Como é esse tratamento?

OJC: A primeira sessão é utilizada para fazer um mapeamento, saber um pouco da história do paciente e as questões a serem trabalhadas. A partir da segunda sessão inicia-se com as estratégias de mudança, que em alguns casos, utilizasse também hipnose clínica, visando a solução do problema. A procura vem aumentado a cada ano, pois a hipnose clínica vem ganhando espaço na comunidade científica com várias pesquisas em andamento que comprovam sua eficácia. O mais importante é que minha forma de trabalhar leva em consideração a realidade individual do paciente, e irei adaptar a terapia para aquele paciente em especial. Assim, os resultados acabam sendo mais rápidos e eficazes.

4 – Que tipo de problemas emocionais você resolve?

OJC: Em meu consultório recebo pacientes com as mais variadas demandas. Seja para problemas pontuais ou existenciais. Abarca fobias em geral, transtornos do humor, de ansiedade, alimentares e sexuais. Problemas ligados a aprendizagem, como falta de atenção, memorização e absorção de conhecimento. Transtornos do sono, dependências, compulsões. Além de dores de ordem emocional, somatizações, traumas e manias. E mesmo questões ligadas à forma de lidar com sentimentos, como o amor, ciúme ou raiva.
A ansiedade é uma das mais frequentes, pois vivemos em uma sociedade que cada vez mais adoece seus indivíduos. Principalmente as políticas corporativas, com sua forma de pressionar e exigir resultados desumanos.

Veja o Vídeo: E evolução da Hipnose Clínica...

Agende sua Consulta com o Dr. Odair Comin

Faça o teste para saber se você tem Transtorno de Humor.

Teste Transtorno de Humor

Teste Transtorno de Humor

 

5 – Quantas sessões são necessárias para sanar os diversos problemas que assolam o mundo masculino?

OJC: Normalmente o tratamento dentro de uma terapia breve, gira em torno de 15 atendimentos. Com resultados que começam a ser notados já nas primeiras sessões, e potencializados na sequência.

6 – Quais são as principais diferenças sentimentais deles para o sexo oposto? E as preocupações?

OJC: Normalmente o homem é mais preocupado com seu desempenho, seja ele qual for, performance sexual ou profissional. Ao mesmo tempo, isso esconde a grande insegurança que eles sentem. Pois basta um comentário negativo do chefe ou da parceira para desmoronar. Ficam inseguros, sentem medo, perdem a confiança os abalando emocionalmente.

De forma geral, percebe-se com facilidade tanto homens como mulheres débeis emocionalmente. Falta-nos uma formação humana mais consistente, falta-nos conteúdo humano como a compreensão do que é e como interagem nossas emoções. Falta-nos a prática de virtudes, estas que nos tornam mais fortes, para assim podermos lidar melhor com as diferentes questões do dia a dia.

Por outro lado, na medida em que a mulher ascende e torna-se cada vez mais dona de si, ascende profissionalmente e com isso amadurece, distancia-se do padrão esperado pelo homem. Com isso ele têm dificuldade de lidar com essa nova mulher, que ocupa cada vez mais espaço e faz de forma excelente.
No consultório, tendo acesso a essa visão bilateral, percebe-se que a mulher continua querendo ser cuidada e principalmente amada.

Ela quer ser importante para o homem, quer ser reconhecida, valorizada, respeitada. Se quiser alcançar essa mulher, o homem terá que se esforçar mais, superar seus medos, reconhecer as capacidades e a inteligência feminina. Depois de tudo isso, saber que ela continua sendo mulher, continua com seus instintos femininos, com sua beleza, sua doçura.

Veja Também: PANTRUS - Autoterapia | Dê o primeiro passo para superar suas questões emocionais por si mesmo…

7 – Existem limitações nos homens que procuram tratamento e que dificultam o processo de ‘cura’?

  • OJC: Confiança no profissional : o paciente precisa se sentir confortável, caso contrário é algo que pode dificultar.
  • Desmotivação : as vezes o paciente já tentou inúmeras formas de terapia sem êxito, e vêm desanimado.
  • Acessibilidade : dificuldade de se abrir, de contar o que realmente lhe incomoda. O ideal é que possa se expor sem preocupar-se com julgamentos.
  • Engajamento : o paciente precisa estar engajado com seus objetivos de mudança.

8 – Como identificar um quadro iminente de depressão ou insatisfação? Existe uma auto avaliação que pode ser feita para identificar esses quadros?

OJC: Existem os sintomas mais frequentes, como visões negativas de si, do outro e do mundo. Apatia, desmotivação e falta de gosto pela vida. Mas quando se trata de questões emocionais, nem sempre é o que parece ser. E a auto avaliação acaba por ser um risco. Mesmo que apresente a lista de sintomas que viu na internet, a dinâmica em cada indivíduo é diferente. E por vezes, a auto avaliação acaba por potencializar o problema, pois poderá se auto sugestionar, sem critérios. O ideal é que seja prudente, atitudes impulsivas normalmente levam para lugares onde não se queria ir. E se sentir que não está conseguindo superar algo por si mesmo, busque ajuda. A solução por vezes é simples e rápida.

*Dr. Odair J. Comin
Psicólogo Clínico, Especialista em
Hipnoterapia e Escritor.

Agende sua Consulta com o Dr. Odair Comin

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.